Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Parece que jogo virou: para europeus, EUA são maiores influenciadores em eleições alheias

© REUTERS / Christian HartmannPrimeiro turno das eleições presidenciais francesas, seção eleitoral na capital francesa, 23 de abril de 2017
Primeiro turno das eleições presidenciais francesas, seção eleitoral na capital francesa, 23 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Recentemente, a Rússia foi acusada de suposta interferência em eleições estrangeiras, nomeadamente as presidenciais nos EUA em 2016 e as na França. No entanto, os resultados da pesquisa do Sputnik-Opinião mostram que a maioria dos cidadãos da França, Alemanha, Polônia e Reino Unido, acreditam que são os EUA que influenciam nas eleições estrangeira.

A enquete perguntou aos respondentes que países intervêm nas eleições de outros Estados levando em consideração influência econômica e política, bem como as capacidades de inteligência. As opções eram EUA, Rússia, União Europeia, outros países ou nenhum.

De acordo com os resultados da pesquisa, mais de 40% da França (43%), Alemanha (41%) e Polônia (43%) acham que os Estados Unidos influenciam nas eleições de outros países. Quanto à Rússia, apenas 21% dos britânicos, 27% dos franceses, 28% dos alemães e 29% dos poloneses, respectivamente, acreditam que Moscou interfere nas eleições.

© SputnikQue países intervêm em outros Estados?
Que países intervêm em outros Estados? - Sputnik Brasil
Que países intervêm em outros Estados?

Vale ressaltar que o Reino Unido apresentou a maior porcentagem dos que culpam a União Europeia pela intervenção nas eleições de outros países — 18% dos entrevistados partilham tal opinião, comparados com 8% da França, 10% e 12% da Alemanha e Polônia, respectivamente.

Sergei Ryabkov - Sputnik Brasil
'Guerra Fria eleitoral': Rússia espera que EUA usem eleições para desestabilizar o país
Segundo indicam os resultados da enquete, entre adultos (maiores de 35) há mais pessoas que acreditam que os EUA interferem nas eleições. Educação também tem importância na hora de tomar a decisão — pessoas com nível superior optaram pela opção dos EUA mais frequentemente do que as com baixo nível de formação.

Se tomar em conta o sexo dos respondentes, na França, Alemanha e Polônia, mulheres mais do que homens indicaram os EUA.

A enquete foi realizada pela empresa de opinião pública mais antiga da França, aIFop, para a Sputnik entre 20 e 27 de setembro de 2017. Da pesquisa participaram um total 3.228 respondentes maiores de 18 anos da França (807), Alemanha (803), Reino Unido (802) e Polônia (816). A amostra é representativa da população por sexo, idade e localização geográfica. A margem de erro é de aproximadamente 3,1%, com um nível de confiança de 95%.

O que é a Sputnik-Opinião?

É um projeto internacional de estudo da opinião pública que foi posto em prática a partir de janeiro de 2015. As conhecidas empresas Populus e IFop são parceiras do projeto. No quadro da Sputnik-Opinião (Sputnik.Polls) são realizadas regularmente pesquisas em vários países da Europa e dos EUA sobre temas sociais e políticos da atualidade.

A Sputnik é uma agência de notícias e rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões de rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais.

Conheça outras enquetes da Sputnik-Opinião

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала