Pronta para tudo: Venezuela espera qualquer cenário dos EUA, incluindo o militar

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensSoldados do exército da Venezuela
Soldados do exército da Venezuela - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Caracas não exclui nenhum cenário que os EUA venham a intentar contra o país, declarou o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza.

O chefe da diplomacia da Venezuela Jorge Arreaza declarou durante o encontro com o seu homólogo russo Sergei Lavrov, nas margens da Assembleia Geral da ONU, que seu país considera qualquer cenário que os EUA venham a intentar contra o seu país, incluindo a intervenção militar. 

"Estamos prontos para qualquer cenário por parte dos EUA, o cenário militar não está excluído. Sabemos que podemos contar com a Rússia. Não somos amigos, somos irmãos", afirmou Arreaza. 

Manifestantes criam barricadas enquanto se reúnem contra o governo do presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, em Caracas, Venezuela, 4 de agosto de 2017. - Sputnik Brasil
Moscou: EUA devem parar com as sugestões de intervenção armada dos EUA na Venezuela
Sergei Lavrov respondeu que a Rússia conta com a ponderação dos parceiros da América Latina. 

"Eu falei com muitas pessoas e nós as exortamos a se unirem em torno dos princípios fundamentais do direito internacional e a não proporem ideias que não levam a uma solução pacífica", disse ele. 

O presidente norte-americano Donald Trump declarou perante a ONU que os EUA estão prontos a introduzir novas sanções contra Venezuela, se o governo deste país não alterar a sua linha política socialista. 

Jorge Arreaza respondeu a Trump no seu Twitter dizendo que ele não é presidente do mundo e que cada país tem o direito de decidir que linha política o governo deverá seguir. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала