Opinião: eliminação do 'ministro da guerra' do Daesh é derrota militar dos terroristas

© AFP 2022 / AHMAD ABOUDCidade de Deir ez-Zor (foto de arquivo)
Cidade de Deir ez-Zor (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A eliminação de diversos líderes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) durante o ataque da aviação russa é uma importante derrota psicológica e militar dos terroristas, que minará o seu espírito de combate, disse o especialista militar Igor Korotchenko, editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona.

Veículos de combate de infantaria do exército sírio - Sputnik Brasil
Exército sírio toma povoado estratégico a caminho de Deir ez-Zor (VÍDEO)
Cerca de 40 terroristas do Daesh, incluindo quatro chefes militares, foram eliminados na sequência de um ataque da aviação russa contra um ponto de comando subterrâneo dos terroristas em Deir ez-Zor, informou o Ministério da Defesa da Rússia na manhã da sexta-feira (8). Entre os extremistas eliminados estavam o chamado emir de Deir ez-Zor, Abu Muhammad al-Shimali, responsável pelas finanças do Daesh e pela transferência de recém-recrutados para as bases de treinamento dos terroristas, e o "ministro da guerra" do Daesh, Gulmurod Khalimov.

"A eliminação dos chefes militares significa que o espírito e a vontade do adversário serão minados", disse Korotchenko.

Segundo ele, a eliminação do "ministro da guerra" do Daesh e do "emir de Deir ez-Zor" é uma importante vitória estratégica da Rússia e da Síria na luta contra o terrorismo internacional e uma derrota psicológica e militar do Daesh. 

Anteriormente, o Ministério da Defesa russa sublinhara que os serviços de inteligência de vários países europeus consideram Al-Shimali o organizador da série de ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала