06:18 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Caça multifuncional Su-35

    40 jihadistas foram eliminados em ataque da aviação russa em Deir ez-Zor

    © Sputnik / Ruslan Krivobok
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5221
    Nos siga no

    Cerca de 40 terroristas do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), incluindo quatro chefes militares, foram eliminados pela aviação russa perto de Deir ez-Zor, informou o Ministério da Defesa da Rússia na sexta-feira (8).

    Os militares russos realizaram o ataque após descobrirem por canais que vários comandantes militares do Daesh estariam reunidos no local de ataque para analisar a situação e a possível resposta ao avanço das tropas governamentais sírias a Deir ez-Zor.

    "Após verificar os dados e coletar informações adicionais, dois aviões, um Su-34 e um Su-35, foram enviados da base de Hmeymim e realizaram um ataque de precisão com bombas antibunker, destruindo um ponto de controle subterrâneo, um centro de comunicações e cerca de 40 combatentes do Daesh", lê-se no comunicado.

    Verificou-se que, entre os terroristas eliminados, havia quatro líderes militares do grupo terrorista, entre eles o chamado emir de Deir ez-Zor, Abu Muhammad al-Shimali, responsável pelas finanças do Daesh e pela transferência dos recém-recrutados a bases de treinamento dos terroristas. Foi também eliminado o "ministro da guerra" do Daesh, Gulmurod Khalimov.

    Os serviços de inteligência de vários países europeus consideram que Al-Shimali desempenhou um papel na série de ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris.

    De acordo com o comunicado, a aviação russa ajudou a levantar o cerco de Deir ez-Zor e a libertar a área, que estava sob o controle dos jihadistas.

    Mais:

    Assad à Sputnik: EUA querem que Daesh capture cidade de Deir ez-Zor
    Tags:
    terrorismo, Su-35, Su-34, Daesh, Deir ez-Zor, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar