Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

ONU acusa governo sírio de ter usado armas químicas em Khan Shaykhun

© REUTERS / Ammar AbdullahMen ride a motorbike past a hazard sign at a site hit by an airstrike on Tuesday in the town of Khan Sheikhoun in rebel-held Idlib, Syria April 5, 2017
Men ride a motorbike past a hazard sign at a site hit by an airstrike on Tuesday in the town of Khan Sheikhoun in rebel-held Idlib, Syria April 5, 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Em seu relatório publicado na quarta-feira (6), a Organização das Nações Unidas acusou o governo sírio de ter usado armas químicas em Khan Shaykhun em abril.

"As forças governamentais continuaram a apontar armas contra civis, inclusive usando armas químicas contra civis nas áreas dominadas pela oposição. Como parte da campanha aérea no norte de Hama e no sul de Idlib [províncias sírias] em 4 de abril a Força Aérea da Síria usou sarin em Khan Shaykhun, matando mais de 80 pessoas, a maioria das quais eram mulheres e crianças", afirmou a ONU em seu comunicado, baseado no relatório da Comissão de Investigação da ONU na Síria.

"​Nosso relatório está agora disponível on-line e inclui uma investigação do uso de armas químicas em Khan Shaykhun"

Membro da defesa civil respira via máscara de oxigênio depois do ataque na cidade de Khan Shaykhun, na Síria, com alegado uso de armas químicas, 4 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Síria acusa EUA e Reino Unido de fornecerem substâncias tóxicas a terroristas
Em 4 de abril, a Coalizão Nacional Síria da Oposição e das Forças Revolucionárias, apoiada pelos EUA, acusou Damasco do incidente com armas químicas em Khan Shaykhun que matou 80 pessoas, incluindo crianças, e feriu outras 200. O exército sírio desmentiu veementemente as acusações, culpando os militantes locais.

Os civis sírios têm sido vítimas de vários ataques químicos no país durante os últimos anos. Ao menos 281 pessoas foram mortas no alegado ataque com armas químicas em um subúrbio de Damasco, Ghouta, em 21 de agosto de 2013, enquanto algumas fontes indicam que o número total de vítimas foi de 1.729.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала