Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Seul: Novo teste nuclear da Coreia do Norte em agosto é 'provável'

© REUTERS / Kim Ju-sung/YonhapImagens exibidas na TV após realização de teste nuclear norte-coreano, 9 de setembro, 2016
Imagens exibidas na TV após realização de teste nuclear norte-coreano, 9 de setembro, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O sexto teste nuclear da história da Coreia do Norte pode ser conduzido nas próximas semanas, de acordo com o Ministério da Defesa sul-coreano, classificando ainda como “provável” que novos testes balísticos sejam realizados por Pyongyang.

“Existe a possibilidade de que a Coreia do Norte provavelmente teste suas capacidades nucleares de guerra e mísseis através de um teste nuclear com poder mais explosivo”, disse a pasta em um relatório à Assembléia Nacional da Coreia do Sul.

De acordo com a agência sul-coreana Yonhap, o ministério informou aos parlamentares do país que o regime comunista está pronto para realizar um novo teste nuclear a qualquer momento, em uma área de testes nucleares no nordeste norte-coreano.

Em setembro do ano passado, a Coreia do Norte conduziu o seu quinto teste nuclear – iniciados em 2006 –, que inicialmente foi interpretado como um tremor de 5,3 graus na escala Richter na península. Considerado o mais forte já realizado por Pyongyang, o teste aconteceu próximo à planta de testes nucleares de Punggye-ri.

O desenvolvimento nuclear é acompanhado pelos avanços norte-coreanos em um míssil balístico intercontinental (ICBM, na sigla em inglês), cujo teste mais recente aconteceu na última sexta-feira – o segundo lançamento de um míssil do gênero em menos de um mês.

Para o ministro de Defesa da Coreia do Sul, Song Young-moo, ainda é cedo para afirmar categoricamente que a Coreia do Norte domine a tecnologia de miniaturização de uma ogiva nuclear, a fim de colocá-la em um ICBM.

In this image released by the U.S. Navy, the aircraft carrier USS Carl Vinson, flanked by South Korean destroyers, from left, Yang Manchun and Sejong the Great, and the U.S.Navy's Wayne E. Meyer and USS Michael Murphy, transit the western Pacific Ocean Wednesday, May 3, 2017. - Sputnik Brasil
Quem será o vilão, se os EUA realmente declararem guerra à Coreia do Norte?

“É muito cedo para dizer que o último teste seja uma prova da capacidade de reentrada atmosférica [do míssil norte-coreano]”, completou Song. Da sua parte, Pyongyang garantiu que o seu ICBM pode atingir qualquer parte dos Estados Unidos, tido como seu principal inimigo.

Há ainda a expectativa que o regime de Kim Jong-un conduza em breve testes com mísseis balísticos submarinos, algo que a inteligência norte-americana já detectou.

Pentágono pode reforçar THAAD na Coreia do Sul

O Pentágono informou que está pronto para enviar as partes necessárias para a implementação completa do sistema antiaéreo THAAD na Coreia do Sul. A informação foi prestada nesta segunda-feira pelo porta-voz Jeff Davis.

Após o mais recente teste norte-coreano, o presidente sul-coreano Moon Jae-in ordenou a instalação “temporária” de quatro lançadores adicionais no sistema de defesa THAAD, a fim de aumentar a capacidade defensiva do país ante à ameaça de Pyongyang.

A presença do sistema militar na Coreia do Sul gerou protestos de China e Rússia. Dentro da própria Coreia do Sul o THAAD foi questionado, sobretudo por questões ambientais que não teriam sido respeitadas no processo que levou ao início da instalação no país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала