EUA podem realizar ataque preventivo se a Coreia do Norte decidir realizar teste nuclear

© REUTERS / Corpo de Fuzileiros dos EUA/Cpl. Darien J. BjorndaNavios militares dos EUA, USS Bonhomme Richard (primeiro de baixo), e USS Boxer (segundo de cima), participam de exercícios navais com grupo de pronta-resposta da Unidade Anfíbia da Coreia do Sul, em Ssang Yong, 8 de março de 2016
Navios militares dos EUA, USS Bonhomme Richard (primeiro de baixo), e USS Boxer (segundo de cima),  participam de exercícios navais com grupo de pronta-resposta da Unidade Anfíbia da Coreia do Sul, em Ssang Yong, 8 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, pode ordenar um ataque contra a Coréia do Norte, no caso de Pyongyang decidir realizar outro teste de armas nucleares, segundo relatos da mídia.

Tanque norte-americano na Coreia do Sul - Sputnik Brasil
Ataque preventivo à Coreia do Norte: preparação para guerra ou propaganda de Trump?
Os Estados Unidos posicionaram dois navios de guerra com mísseis-guiados Tomahawk na região, e um dos navios está localizado a cerca de 483 quilômetros do local de testes nucleares da Coréia do Norte, informou a emissora NBC News, citando autoridades de inteligência dos EUA.

Mais cedo, na quinta-feira, Trump disse aos jornalistas que o programa nuclear da Coréia do Norte é um problema que seria resolvido. Trump acrescentou que esperava que a China pressionasse Pyongyang a cumprir acordos nucleares internacionais. O presidente dos EUA, entretanto, prometeu encontrar uma solução para o problema se a China não fizer sua parte.

As declarações de Trump vieram logo após os EUA terem usado, pela primeira vez na história, a mais poderosa bomba não nuclear no Afeganistão, contra o grupo terrorista Daesh. Trump, porém, disse que o ataque não era uma mensagem para Pyongyang.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала