Rússia vetará 'projetos destrutivos sobre a Síria' na ONU

© REUTERS / Mike SegarReunião do Conselho de Segurança da ONU
Reunião do Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia não permitirá que projetos destrutivos sobre a Síria sejam submetidos ao Conselho de Segurança da ONU, disse o representante permanente do país no organismo internacional, Vladimir Safronkov.

"Há uma oportunidade de fazer da Síria um modelo de cooperação para resolver conflitos, algo a que não ajudaria projetos destrutivos geopolíticos, não os permitiremos isso no Conselho de Segurança da ONU", disse o diplomata russo.

Safronkov ressaltou que a solução política é "a única maneira de restaurar a paz na Síria e reduzir as tensões no Oriente Médio".

Presidente rússo, Vladimir Putin, duranta coletiva de imprensa conjunta com Sergio Mattarella, presidente da Itália - Sputnik Brasil
Putin se encontra com o secretário de Estado norte-americano Rex Tillerson
A estabilização na Síria permitiria normalizar a situação em muitos países da região, acrescentou.

Na terça-feira, a França, o Reino Unido e os Estados Unidos apresentaram um projeto de resolução condenando o ataque químico à cidade síria de Jan Sheijun, na província de Idlib, que o Ocidente acusa Damasco e exige a plena cooperação com a pesquisa internacional.

O projeto será votado pelo Conselho de Segurança na quarta-feira, às 15h, hora local. No dia 7 de abril, os Estados Unidos lançaram 59 mísseis de cruzeiro Tomahawk de navios de guerra localizados no Mediterrâneo contra a base aérea de Shairat, na província síria de Homs.

Washington argumenta que aviões sírios usaram a base para bombardear Jan Sheijun. O governo sírio nega qualquer implicação no incidente que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, matou 84 pessoas e deixou 545 intoxicado em 4 de abril.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала