Putin se encontra com o secretário de Estado norte-americano Rex Tillerson

© Sputnik / Aleksei DruzhininPresidente rússo, Vladimir Putin, duranta coletiva de imprensa conjunta com Sergio Mattarella, presidente da Itália
Presidente rússo, Vladimir Putin, duranta coletiva de imprensa conjunta com Sergio Mattarella, presidente da Itália - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, está realizando uma reunião no Kremlin com o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson e com o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, disse o porta-voz Dmitry Peskov.

Mais cedo, Tillerson se reuniu com Lavrov para conversações bilaterais.

O secretário de Estado dos EUA Rex Tillerson chegou a Moscou em 11 de abril. Ele se tornou o primeiro representante do governo Trump a visitar a Rússia.

"O presidente russo, Vladimir Putin, está se encontrando com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Tillerson, e o ministro russo das Relações Exteriores, Lavrov, no Kremlin", disse Peskov à Sputnik, se abstendo de revelar o que o presidente discutiu com os diplomatas.

Anteriormente, o Kremlin não quis confirmar se Putin poderia se encontrar com Tillerson.

"Ainda não posso confirmar isso", disse Peskov, ao ser convidado a comentar reportagens da imprensa russa citando fontes de que Putin se reuniria com Tillerson nesta quarta-feira.

A Syrian man is taken by civil defence workers to a small hospital in the town of Maaret al-Noman following a suspected toxic gas attack in Khan Sheikhun, a nearby rebel-held town in Syria’s northwestern Idlib province - Sputnik Brasil
Cientistas britânicos confirmam uso de arma química através de amostras de Idlib
A reunião acontece num momento de tensões entre os EUA e a Rússia depois do ataque à base aérea da Síria na semana passada. Os EUA lançaram 59 mísseis de cruzeiro Tomahawk no aeródromo militar sírio em Ash Sha'irat, perto de Homs, em retaliação ao que Washington afirma ter sido um ataque químico perpetrado pelo governo sírio na província de Idlib.

O Ministério da Defesa russo disse em 5 de abril que o ataque aéreo perto de Khan Shaykhun pela força aérea síria atingiu um armazém terrorista que armazenou armas químicas para entrega no Iraque e pediu ao Conselho de Segurança da ONU que lance uma investigação adequada sobre o incidente.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse no dia 6 de abril que as acusações sem fundamento no incidente de armas químicas no Idlib da Síria eram inaceitáveis antes da investigação sobre o assunto ter sido realizada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала