19:18 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin gesticula durante a sua coletiva de imprensa anual em 23 de dezembro de 2016

    Putin: acusações não devem ser feitas antes do fim das investigações do incidente em Idlib

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Mundo
    URL curta
    10182

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante conversa com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira que as acusações infundadas, referentes ao incidente com armas químicas em Idlib, na Síria, são inaceitáveis antes dos resultados das investigações, informou Kremlin.

    Vladimir Putin destacou serem inaceitáveis as acusações infundadas contra qualquer pessoa, antes de uma investigação internacional completa e imparcial ", declarou o comunicado.

    Segundo Kremlin, Putin e Netanyahu manifestaram a disposição para intensificar a cooperação antiterrorista, atendendo aos interesses de estabilidade e de segurança no Oriente Médio e, antes de tudo, na Síria.

    Mais:

    Chanceler sírio: Terroristas trazem armas químicas do Iraque e da Turquia para a Síria
    Acusações infundadas: quem realmente utiliza armas químicas na Síria?
    Kremlin sobre ataque em Idlib: Rússia vai continuar apoiando Assad
    Exército da Síria desmente informações sobre uso de armas químicas
    Exército da Síria: a responsabilidade pelo ataque químico é dos terroristas
    Tags:
    investigação, ataque químico, armas químicas, Benjamin Netanyahu, Vladimir Putin, Israel, Rússia, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar