EUA 'não prestam apoio aéreo' a milícias que combatem o Daesh em Mossul

© REUTERS / Zohra BensemraParte ocidental em Mossul em 7 de março de 2017
Parte ocidental em Mossul em 7 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em Mossul continuam as operações das tropas governamentais e da milícia curda Hasdi Sabi contra os extremistas do Daesh (grupo terrorista, proibido na Rússia).

Crianças refugiadas iraquianas, que fugiram de Mossul devido à luta permanente entre as forças iraquianas e os jihadistas do Daesh, em uma rua da aldeia de Gogjali, 2 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Número de deslocados em Mossul já ultrapassa 200 mil
Segundo informações do exército do Iraque, a operação resultou em êxitos significativos. O atual objetivo do Iraque é a libertação da parte ocidental de Mossul dos terroristas. Os combatentes do Hasdi Sabi lutam junto com as forças iraquianas.

Ali Ebu Tahir, comandante do destacamento turcomano da milícia Hasdi Sab, contou à Sputnik Turquia como decorre a operação para a libertação de Mossul.

"O Exército iraquiano e a milícia Hasdi Sabi estão tentando libertar os territórios ocidentais de Mossul. Realizamos uma operação conjunta. Já conseguimos estabelecer controle sobre dois bairros, Saha Teyran e Partmanlar, localizados perto do aeroporto. Depois nós planejamos libertar os outros bairros", disse Ali Ebu Tahir.

O retrato de Abu Bakr al Baghdadi - Sputnik Brasil
Primo de líder do Daesh é preso no Iraque (VÍDEO)
Ele adicionou que, depois da parte ocidental de Mossul, os militares tencionam libertar Tal Afar. Como o território onde atualmente combatem as forças iraquianas é muito grande, e tem pouca acessibilidade devido às ruas estreitas e muitos becos, os combatentes devem aplicar grandes esforços para avançar. No entanto, o Daesh está sofrendo baixas sérias no decurso dos combates. Muitos jihadistas foram feitos prisioneiros.

O representante da milícia sublinhou que as forças da coalizão internacional não dão apoio aéreo à milícia Hasdi Sabi.

"Os aviões da coalizão internacional não prestam apoio do ar no terreno onde estão as forças da milícia Hasdi Sabi. Eles ajudam apenas nas áreas onde estão destacamentos peshmerga e militares iraquianos. Nós somos apenas apoiados pelos aviões do exército iraquiano", informou Ali Ebu Tahir.

Combatentes curdos iraquianos Peshmerga em cerimônia de graduação de treinamento em Arbil, capital da Região Autônoma do Curdistão, no norte do Iraque. - Sputnik Brasil
Presidente do Curdistão: 'Colapso do Iraque é inevitável'
Entretanto, a Sputnik Árabe falou com Mahmud al Surdji, representante de um dos destacamentos peshmerga, Voluntários de Nínive, e ficou sabendo que o exército do Iraque ocupou novas posições estratégicas em Mossul, entre elas os prédios da corte e da administração e a ponte al Hurriya na parte ocidental da cidade. Estas posições ajudarão o exército governamental a continuar avançando.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала