Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Malásia suspende isenção de vistos para norte-coreanos após assassinato em aeroporto

© AP Photo / Joshua PaulAviões da Malaysia Airlines no aeroporto internacional de Kuala Lumpur em Malásia
Aviões da Malaysia Airlines no aeroporto internacional de Kuala Lumpur em Malásia - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Malásia cancelou nesta quinta-feira (2) seu acordo de isenção de vistos com a Coreia do Norte, em meio ao aprofundamento de uma crise diplomática deflagrada com o assassinato do meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-um em Kuala Lumpur.

Imagens de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un - Sputnik Brasil
'Kim Jong-nam foi morto com arma química', diz polícia
Segundo informou a agência malaia de notícias Bernama, o cancelamento do acordo entrará em vigor no dia 6 de março, após o que os norte-coreanos que quiserem entrar na Malásia serão obrigados a obter um visto. A informação foi dada pelo vice-primeiro-ministro do país, Ahmad Zahid Hamidi.

Além disso, o procurador-geral da Malásia, Mohamad Apandi Ali, disse nesta quinta-feira que Ri Jong-chol, cidadão norte-coreano preso em 17 de fevereiro, 4 dias após a morte de Kim Jong-nam, será libertado e deportado na sexta-feira (3) por falta de provas que o liguem ao ataque feito com agente neurológico contra o meio-irmão do líder norte-coreano.

Antes do assassinato de Kim Jong-nam no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, em 13 de fevereiro, os dois países desfrutavam de laços relativamente cordiais, com alguns negócios bilaterais e viagens recíprocas sem necessidade de visto para os cidadãos de ambos os países.


Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала