França quer unanimidade em resolução para impor sanções à Síria

© REUTERS / Mohamed AbdullahA U.N. chemical weapons expert, wearing a gas mask, holds a plastic bag containing samples from one of the sites of an alleged chemical weapons attack in the Ain Tarma neighbourhood of Damascus, Syria. (File)
A U.N. chemical weapons expert, wearing a gas mask, holds a plastic bag containing samples from one of the sites of an alleged chemical weapons attack in the Ain Tarma neighbourhood of Damascus, Syria. (File) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador da França nas Nações Unidas, Francois Delattre, diz que a França espera alcançar um consenso entre os membros do Conselho de Segurança da ONU em relação a um projeto de resolução sobre o uso de armas químicas na Síria.

A França espera chegar a um consenso entre os membros do Conselho de Segurança da ONU em relação a um projeto de resolução sobre o uso de armas químicas na Síria, disse o embaixador da França nas Nações Unidas, Francois Delattre.

"O que está em jogo aqui é francamente a credibilidade do Conselho de Segurança", disse Delattre nesta sexta-feira. "É por isso que, de boa fé, no melhor espírito possível, até o último momento queremos alcançar a unanimidade do Conselho de Segurança".

António Guterres, novo secretário-geral da ONU, discursa durante a cerimônia de designação, em 12 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
ONU joga suas fichas em nova rodada de negociações sobre Síria em Genebra
Delattre disse que um dos principais objetivos do projeto de resolução é impedir que tais ações aconteçam no futuro. A votação sobre o projeto por unanimidade, acrescentou, iria enviar uma mensagem poderosa.

Falando logo após Delattre, o Representante Permanente Adjunto do Reino Unido para as Nações Unidas, Peter Wilson, disse que o Reino Unido pretende "avançar com esta resolução nos próximos dias".

O vice-embaixador russo nas Nações Unidas, Vladimir Safronkov, disse que o projeto proposto era unilateral e violava o princípio da presunção de inocência ao prejulgar os resultados das investigações. Ele acrescentou que a Rússia está pronta para colocar um veto sobre ele.

No final de 2016, a França e o Reino Unido submeteram um projeto de resolução ao Conselho de Segurança pedindo sanções contra os culpados pelo uso de armas químicas na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала