Rússia fará tudo para evitar retorno de terroristas a Palmira

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensMilitares na parte histórica de Palmira liberada dos terorristas do Daesh, Síria, maio de 2016
Militares na parte histórica de Palmira liberada dos terorristas do Daesh, Síria, maio de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo comunicou o Ministério das Relações Exteriores russo, Moscou fará tudo ao seu alcance para que os terroristas não retornem à cidade síria de Palmira.

A respectiva informação foi prestada pelo primeiro vice-ministro russo das Relações Exteriores Vladimir Titov durante uma conversa com jornalistas nesta segunda-feira (12).

"Acreditamos que a libertação de Palmira foi um resultado muito importante das nossas ações conjuntas. Naturalmente, nós vamos fazer tudo o que nos é possível para não permitir o retorno dos terroristas a estas regiões", declarou Titov.

Vista pela parte histórica de Palmira, Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Força Aeroespacial russa elimina 250 terroristas que prepararam ataque em Palmira
No domingo (11) o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) alegadamente reentrou na cidade antiga, não obstante o Ministério da Defesa russo declarar que os combates têm lugar nos arredores da cidade. Segundo os dados divulgados pelo Centro para Reconciliação russo na Síria, mais de 4.000 jihadistas se reagruparam e realizaram uma tentativa de reconquistar Palmira.

Palmira foi libertada do poder dos jihadistas em março do ano corrente, após quase um ano de domínio terrorista, durante o qual foram destruídos inúmeros monumentos históricos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала