Schulz deixa presidência do Parlamento Europeu e poderá desafiar Angela Merkel

© AFP 2022 / JOHN THYSPresidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e a chanceler alemã Angela Merkel na cúpula da União Europeia, Bruxelas, Bélgica, dezembro de 2015
Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e a chanceler alemã Angela Merkel na cúpula da União Europeia, Bruxelas, Bélgica, dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, anunciou a sua saída do cargo, dizendo que quer participar das eleições para o Parlamento alemão.

"Tomei a decisão, não vou mais me candidatar ao posto de presidente do Parlamento Europeu", disse Schulz ao canal de televisão N24, esclarecendo que tenciona encabeçar a lista eleitoral do Partido Social-Democrata da Alemanha na região da Renânia do Norte-Vestfália.

Presidente eleito dos EUA Donald Trump durante discurso em Manhattan, Nova York, 9 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Mídia: quais países poderão ganhar e perder com vitória de Trump?
Entretanto, ainda não está claro se ele ou o líder do partido, Sigmar Gabriel, enfrentará Angel Merkel nas eleições.

A chanceler federal da Alemanha e líder da União Democrata-Cristã, Angela Merkel, anunciou nesta semana que vai concorrer ao cargo pela quarta vez. A União Democrata-Cristã, a União Social-Cristã e o Partido Social-Democrata compõem a atual coalizão no poder. Entretanto, recentemente entre eles aumentaram as divergências quanto a vários assuntos da política externa e interna.

O ministro das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, que representa o Partido Social-Democrata candidata-se como presidente da Alemanha. As presidenciais serão realizadas em 12 de fevereiro, enquanto as eleições para o Parlamento alemão estão marcadas para quarto trimestre do ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала