'Perseguição europeia à mídia russa ameaça a vida de pessoas', diz parlamentar europeu

© SputnikRedação da Sputnik na Turquia
Redação da Sputnik na Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A resolução do Parlamento Europeu de perseguição à mídia russa coloca o conflito com Moscou em uma dimensão militar. É o que disse parlamentar espanhol, Javier Couso, à agência Sputnik.

De acordo com o deputado, esta "ótica militarista", escolhida pelo Parlamento Europeu, pode potencialmente levar a "ameaças e mortes".

"Este documento é perigoso e é um ataque frontal contra os meios de comunicação", disse Couso, uma das vozes contrárias á decisão dentro do parlamento. 

Logo da Sputnik - Sputnik Brasil
Parlamento europeu aprova documento que compara Sputnik e RT à propaganda do Daesh
O parlamentar espanhol já havia criticado o documento anteriormente, afirmando que é irresponsável nivelar a ameaça de um Estado como a Rússia com o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico, proibido na Rússia). 

O Parlamento Europeu aprovou um documento que compara as agências russas Sputnik e RT à propaganda do Daesh. Com a resolução, Bruxelas pode destinar uma verba de 1 milhão de euros (R$ 3,6 milhões) ao grupo de trabalho encarregue da contenção da Rússia na área midiática.

O Mistério das Relações Exteriores da Rússia, por sua vez, criticou severamente a medida, afirmando que a resolução adotada pelo bloco ocidental, que afeta as atividades de empresas como a RT e a Sputnik, é um "crime de informação", uma vez que tira da população o direito de analisar por conta própria os eventos globais ao receber conteúdos de fontes alternativas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала