Putin estende a mão aos EUA, ao prorrogar a pausa humanitária em Aleppo

© AFP 2022 / POOL DE KREMLIN/ SERVIÇO PÚBLICO DO PRESIDENTEPresidente russo Vladimir Putin fala ao presidente norte-americano Barack Obama antes da sessão da APEC, Pequim, China, novembro de 2014
Presidente russo Vladimir Putin fala ao presidente norte-americano Barack Obama antes da sessão da APEC, Pequim, China, novembro de 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ao anunciar a prorrogação da pausa humanitário em Aleppo, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, estende a mão aos EUA para cooperar em todo o Oriente Médio, afirmou o vice-presidente da Comissão de Defesa do Senado russo, Frans Klintsevich.

Corredor humanitário no norte de Aleppo preparado para saída dos civis e extremistas da parte oriental da cidade - Sputnik Brasil
Rússia defende novas pausas humanitárias em Aleppo
Mais cedo, o porta-voz de Putin, Dmitry Peskov, declarou que o chefe de Estado russo considera necessária a prorrogação da pausa humanitária em Aleppo, para permitir a saída da população civil e da oposição moderada das zonas de combate na cidade.

"Gostaria de destacar que o foco está sendo colocado, muito além da limpeza de Aleppo de terroristas, o que também é muito importante, em problemas de caráter geral. Essencialmente, estamos pensando no amanhã, pensamos em como ajudar, quando chegar a hora de paz nesta região muito complicada. Podemos dizer que, com essa decisão Putin estende a mão aos EUA para cooperar, além da Síria, em todo o Oriente Médio", concluiu o senador.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала