Pequim condenou patrulha de destróier dos EUA no mar do Sul da China

© AFP 2022 / Noel CelisExercícios navais dos EUA e das Filipinas nas águas do Mar do Sul da China, em junho de 2014
Exercícios navais dos EUA e das Filipinas nas águas do Mar do Sul da China, em junho de 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministério das Relações Exteriores chinês condenou uma patrulha realizada por um destróier norte-americano nos arredores de ilhas, objeto de disputa territorial, no mar do Sul da China.

Mar do Sul da China - Sputnik Brasil
EUA: Pequim possui instalações militares nas ilhas artificiais no mar do Sul da China
A imprensa informou que o destróier USS Decatur trafegou a 12 milhas marítimas das ilhas Triton Island e Woody Island, localizados no arquipélago Paracel, no âmbito de uma operação de patrulhamento.

Segundo anúncio de Pequim, o navio de guerra dos EUA deveria ter recebido uma autorização do governo chinês para navegar em zonas territoriais, o que não foi feito. Dessa forma, segundo Pequim, o navio “violou a soberania da China e os seus interesses na área de segurança, comprometendo a paz”.

Mais cedo, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, declarou que os EUA não esperam que a recente patrulha do destróier dos EUA no mar do Sul da China suscite protestos de Pequim, pois a sua patrulha era de caráter pacífico e voltada a defender a livre navegação na região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала