General de peshmerga à Sputnik: já estamos a 11 km de Mossul!

© AP Photo / Bram JanssenA Peshmerga convoy drives towards a frontline in Khazer, about 30 kilometers (19 miles) east of Mosul, Iraq, Monday, Oct. 17, 2016
A Peshmerga convoy drives towards a frontline in Khazer, about 30 kilometers (19 miles) east of Mosul, Iraq, Monday, Oct. 17, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dezenas de militantes do Daesh foram mortos pelas tropas das milícias curdas peshmerga na província iraquiana de Nínive, no quadro dos preparativos para a operação de liberação de Mossul.

O general de peshmerga (forças do Curdistão iraquiano) Juku Muhammed Kalahi disse à Sputnik Árabe que os combatentes curdos se aproximaram à distância de 11 quilómetros de Mossul depois de reconquistar diversas aldeias. 

“As nossas forças eliminaram dezenas de membros do Daesh no quadro de liberação das seguintes aldeias: Al-Sheikh Khamis, Kazkan, Shaquli. Já estamos a um quilómetro da cidade de  Bartella”, informou o militar.  

Policial iraquiano na base militar de Qayyarah a 60 quilómetros  durante preparação para ofensiva de Mossul, Iraque, 16 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Milícia curda e exército iraquiano começam operação para libertar Mossul
Segundo ele, as forças dos terroristas do Daesh estão esgotadas após confrontos na província de Nínive, nos quais as Forças Armadas do Iraque e os seus aliados alcançaram vitória em El-Kueir e Al-Khazer algumas horas atrás. 

Já um outro comandante de peshmerga, Huseyin Yezdanpana, revelou outros detalhes importantes da operação à Sputnik Turquia:

“A primeira tarefa da operação na área de Hazir [cidade na parte oriental da linha de frente] consiste na liberação dos povoados vizinhos curdos, ocupados pelo Daesh. Depois disso começará a ofensiva contra Mossul. Os combatentes de peshmerga não participarão das hostilidades no centro de Mossul. Neste momento, a operação continua com sucesso, o Daesh sofre grandes perdas. Os aviões da coalizão [internacional liderada pelos EUA] realizam bombardeios de grande escala contra as posições dos jihadistas…”.

Anteriormente uma fonte próxima às estruturas de segurança do Iraque disse à Sputnik Árabe que o exército do país e os seus aliados reconquistaram, no quadro da operação de hoje (17 de outubro), a área da cidade de Bashiqa, que fica a 12 quilómetros de Mossul. 

Em 16 de outubro o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou o início da operação militar para libertar a cidade de Mossul, no norte do Iraque, da ocupação do Daesh.

Mossul, considerada a segunda maior cidade do Iraque, tem cerca de 700 mil habitantes. O exército iraquiano, milícias xiitas e curdas, apoiados pela força aérea da coalizão internacional liderada pelos EUA, tentam, desde o mês de março, libertar a cidade do Daesh, ocupada desde junho de 2014.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала