Cuba e Rússia fecham acordo de cooperação nuclear pacífica

© Foto / TwitterRosatom
Rosatom - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A corporação estatal russa Rosatom e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Cuba assinaram nesta terça-feira (27) o acordo de cooperação no domínio da energia nuclear.

O documento foi assinado na conferência geral da Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA, sigla em inglês), que está sendo realizada em Viena, capital da Áustria. O vice-presidente das Relações Internacionais da Rosatom, Nikolai Spassky, e o vice-ministro da ciência de Cuba, Jose Fidel Santana, firmaram compromisso.

Corporação russa de tecnologia nuclear 'Rosatom' - Sputnik Brasil
Bolívia espera que Vladimir Putin inaugure centro nuclear
O acordo será os alicerces da futura cooperação russo-cubana em diferentes áreas com o uso pacífico de energia nuclear: no setor agrícola, durante treinamento de especialistas etc. 

De acordo com o plano, serão criados comitês de coordenação e grupos de trabalho bilaterais – ambos possuem o objetivo de facilitar a prática do acordo.

Vale salientar que este tipo de acordo não foi o primeiro assinado entre Rússia e outros países – a Rosatom possui vínculos semelhantes não somente com países da América latina – com a Bolívia, mas com países de outros continentes; e atualmente a estatal russa trabalha na ampliação da lista de parceiros.

Segundo os dados da assessoria de imprensa da Rosatom divulgados no verão passado (inverno no hemisfério Sul), até 1° de julho de 2016 a empresa contava com 444 reatores nucleares comerciais em 31 países, 61 reatores em 14 países estavam sendo construídos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала