Moscou expressa preocupação com entrega de armas letais à Ucrânia

© AFP 2022 / ALEXANDER NEMENOVMinistério das Relações Exteriores da Rússia
Ministério das Relações Exteriores da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A possibilidade de fornecimento de armas letais à Ucrânia viola as obrigações internacionais dos EUA, declarou à agência RIA Novosti o chefe do departamento para assuntos de não proliferação e controle de armamentos da chancelaria russa, Mikhail Ulyanov.

Ontem, a Câmara dos Representantes do congresso norte-americano aprovou o projeto de lei "da estabilidade e democracia na Ucrânia", que pressupõe o reforço das sanções antirrussas e permite fornecer à Ucrânia armas letais.

De acordo com Ulyanov, isto não pode deixar de causar preocupações "porque não é possível combinar o trabalho para a recuperação de uma paz sólida com entregas de armas letais".

Ele explicou que há restrições internacionais no quadro da OSCE, há o documento sobre fornecimento de armas de 1994, bem como o acordo de 2014 sobre armas leves e de uso pessoal, que pressupõem a necessidade de se abster das entregas de armas letais a zonas de conflito.

Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente dos EUA, Barack Obama - Sputnik Brasil
Kiev propõe a Washington produção conjunta de armas letais
Ulyanov também sublinhou que "há o Acordo de Wassenaar na área do controle de exportações, há o acordo internacional de controle de armas, a que nós não nos juntámos e que os americanos assinaram, mas, parece que não têm intenção de ratificá-lo".

O representante da chancelaria da Rússia assinalou que neste acordo há uma cláusula sobre a necessidade de evitar a acumulação de elementos desestabilizadores nas zonas de conflito, o que significa que os EUA têm planos que estão em contradição com os interesses em regular a situação na Ucrânia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала