Hackers divulgam nova leva de documentos denunciando WADA

© Sputnik / Pavel Lisitsyn / Abrir o banco de imagensFancy Bear publish second part of hacked WADA data
Fancy Bear publish second part of hacked WADA data - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O grupo de hackers Fancy Bears publicou hoje (23) a quinta parte de uma série de documentos que revelam o uso de substâncias proibidas por atletas de diversos países mediante o consentimento da Agência Mundial Antidoping (WADA).

As novas informações vazadas revelam nomes de 41 atletas de 13 países, incluindo seis atletas dos EUA, seis britânicos, sete canadenses, quatro australianos, cinco italianos, dois alemães e dois suíços, entre outros.

A nova lista de nomes pode ser conferida no site oficial do Fancy Bears.

WADA - Sputnik Brasil
Apesar das denúncias, WADA garante que não será dissolvida
A primeira leva de documentos secretos denunciando WADA de encobrir o uso de substâncias proibidas por atletas de diversos países foi divulgada em 14 de setembro. A lista incluía nomes de atletas dos EUA, com destaque para as tenistas Serena e Venus Williams, a ginasta Simone Biles e a jogadora de basquetebol Elena Delle Donne.

As denúncias revelam uma profunda crise no sistema mundial de controle de doping e reforçam os já existentes apelos da comunidade esportiva internacional a favor da substituição da WADA por uma nova agência antidoping.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала