Especialista turco: acordos da Turquia com Ucrânia são meramente formais

Nos siga noTelegram
Economista Aydin Sezer, diretor do Centro Turco-Russo de Estudos Estratégicos Turam, em uma entrevista à Sputnik comentou resultados da reunião de Erdogan com o presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko no âmbito da Assembleia Geral da ONU em Nova York.

De acordo com o serviço de imprensa do presidente ucraniano, as partes concordaram realizar em breve uma reunião do grupo de trabalho ucraniano-turco sobre questões energéticas. O analista turco Aydin Sezer relatou à agência Sputnik Turca as possibilidades de desenvolvimento da cooperação energética entre a Turquia e a Ucrânia:

"Quero enfatizar que, para obter sucesso do processo de normalização das relações turco-russas e cooperação entre os dois países na questão síria, a Turquia não lidará com algumas medidas que envolvam a Ucrânia, incluindo a questão da Crimeia, que podem danificar a cooperação com a Rússia."

Militares das Forças Armadas dos EUA - Sputnik Brasil
EUA enviam soldados para ajudar a Turquia na luta contra Daesh na Síria
É claro, nota Aydin Sezer, que a reunião de Erdogan e Poroshenko em Nova York foi somente uma continuação do diálogo entre os dois líderes, que foi intensificado no período da crise nas relações turco-russas. Durante o encontro, os representantes discutiram sobre várias áreas de cooperação entre Ancara e Kiev, em particular a energética. Nesta área, a cooperação entre os dois países é de fato possível.

Aydin Sezer também comentou sobre a situação em torno das negociações russo-turcas no âmbito da construção do gasoduto Corrente Turca. "Sobre isso, as partes permanecem dispostas a fazê-lo, o que garante o compromisso da Turquia e seu interesse neste projeto", disse Sezer.

"A informação disponível indica que o acordo intergovernamental sobre Corrente Turca entre a Turquia e a Rússia será assinado em outubro. Além disso, em outubro, em Istambul, está prevista a realização de uma reunião da Comissão Intergovernamental Conjunta Russo-Turca sobre Comércio e Cooperação Econômica, cujo trabalho foi recentemente retomado", relatou o especialista à Sputnik.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала