EUA enviam soldados para ajudar a Turquia na luta contra Daesh na Síria

© AP Photo / Mindaugas KulbisMilitares das Forças Armadas dos EUA
Militares das Forças Armadas dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos decidiram enviar cerca de 40 soldados das forças especiais americanas ao norte da Síria para ajudar as forças armadas turcas na luta contra a organização terrorista Daesh (Estado islâmico). A informação foi divulgada no jornal Wall Street Journal, citando autoridades dos EUA não identificadas.

Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o Secretário de Estado norte-americano John Kerry na reunião bilateral nas margens da reunião dos ministros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Belgrado, Sérvia, 3 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Rússia pede que EUA cumpram promessa de separar oposição moderada dos terroristas
A publicação diz que a chegada de forças especiais na Síria é esperada para os próximos dias. Os militares devem participar de uma missão conjunta com a Turquia, na região leste da cidade síria de Dabik. Segundo a fonte, o número total de forças especiais dos EUA na Síria não passará da marca de 300 pessoas.

O plano de trabalho conjunto dos EUA e a Turquia foi aprovado pelo presidente norte-americano, Barack Obama, durante esta semana. Segundo a fonte do jornal, este passo tem o objetivo de reforçar as relações com aliados dos EUA na luta contra o Daesh.

O exército da Turquia iniciou em 24 de agosto a operação Escudo do Eufrates contra o grupo Daesh, e com a ajuda da oposição síria tomou a cidade Jarablus. Representantes dos curdos sírios alegam que as ações do exército turco são, acima de tudo, uma agressão contras os curdos. 

Os EUA criticaram as ações turcas sobre as forças curdas e pediram foco na luta contra o Estado Islâmico. Damasco classificou as ações de Ancara como violação de soberania. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала