EUA 'surpresos' com dinheiro e influência da China na política australiana

© REUTERS / AAP/Sam MooyPrimeiro-ministro australiano Malcolm Turnbull em frente ao Parlamento da Austrália
Primeiro-ministro australiano Malcolm Turnbull em frente ao Parlamento da Austrália - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador norte-americano na Austrália, John Berry, manifestou preocupações dos EUA sobre o impacto da China na política australiana, dizendo que Washington desejaria que o sistema local fosse reformado para remover a influência das doações chinesas aos políticos australianos.

Ministério da Defesa da Rússia informa que navios da Frota do Pacífico russa chegaram à China para participar nos exercícios navais Interação Naval 2016 - Sputnik Brasil
Rússia e China unem forças para assegurar liberdade de navegação no mar do Sul da China
Em uma entrevista ao jornal The Australian, o embaixador afirmou que os EUA estão "surpresos" com a quantidade de dinheiro e influência da China na política australiana e querem que a Austrália “resolva” o problema das doações estrangeiras. 

Na semana passada, o Partido Trabalhista, da oposição, defendeu a proibição das doações políticas estrangeiras após a revelação de que o senador Sam Dastyari (também do Partido Trabalhista) havia pedido a uma companhia chinesa, dirigida por um empresário ligado ao governo chinês, para cobrir uma despesa sua de viagem de cerca de US$1.250.

Dastyari havia falado em uma série de conferências realizadas pelos chineses e supostamente se posicionava em desacordo com a política do governo australiano, bem como com a política de seu próprio partido, no que diz respeito à disputa no Mar do Sul da China. O primeiro-ministro Malcolm Turnbull acusou o senador de aceitar dinheiro para apoiar as reivindicações territoriais de Pequim na região.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала