Merkel espera acordo entre Rússia e EUA para cessar-fogo em Aleppo

© AFP 2022 / Fredrik von ErichsenAngela Merkel, chanceler da Alemanha
Angela Merkel, chanceler da Alemanha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que a saída da "terrível situação" na cidade síria de Aleppo está ligada apenas à possibilidade de a Rússia e os EUA chegarem a um acordo de cessar-fogo.

"Eu só posso ter esperança que a Rússia e os Estados Unidos cheguem a um acordo sobre o cessar-fogo e que terminem os bombardeios de médicos e hospitais. O fato de as pessoas em Aleppo sofrerem de forma tão horrível é uma situação inaceitável", disse a chanceler, discursando no Bundestag (parlamento da Alemanha) na quarta-feira (7).

A Rússia mantém consultas com os EUA para elaboração de um algoritmo de ações para uma coordenação na Síria. Os lados discutem medidas para promover a resolução do conflito, incluindo as tarefas para fortalecimento do regime de cessação de hostilidades e a interação russo-americana na luta contra grupos terroristas. Moscou já tinha declarado anteriormente que conta com a finalização desse trabalho nos próximos dias.

Presidente norte-americano Barack Obama fala com o presidente turco Recep Tayyip Erdogan durante o encontro bilateral nas margems da cúpula do G20 em Antália, Turquia, 15 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Erdogan: 'nenhum problema' com operação conjunta com EUA
Os chefes da diplomacia russa e americana, Sergei Lavrov e John Kerry, realizaram dois encontros em Hangzhou. Na manhã de segunda-feira também foi realizada uma reunião entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Barack Obama, de que participaram Lavrov e Kerry. Outra reunião de Kerry e Lavrov poderá ser realizada nos próximos dias. Vladimir Putin disse na segunda-feira esperar que o acordo com os EUA sobre a Síria seja atingido nos próximos dias, mas ainda é prematuro falar sobre quaisquer parâmetros.

De acordo com Kerry, Washington e Moscou já conseguiram acordar muitas questões técnicas, relativas à resolução da situação na Síria, mas falta resolver algumas "questões difíceis". O lado russo coloca a Washington a questão do cumprimento do compromisso anterior dos EUA de realizar uma demarcação entre a oposição síria e terroristas. De acordo com o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov, este é o obstáculo principal à obtenção de um acordo para a saída da situação crítica em torno de Aleppo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала