Liga de hóquei dos EUA permite uso de substância que desqualificou atletas russos

© AP Photo / Nam Y. HuhJogador de hóquei da NHL
Jogador de hóquei da NHL - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Liga Nacional de Hóquei (NHL), que reúne times de hóquei no gelo dos EUA e do Canadá, reconheceu que uso da substância meldonium, responsável pela eliminação de atletas russos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, não configura doping.

A informação foi passada à agência russa R-Sport pelo membro do conselho de diretores do clube russo SKA, de São Petersburgo, e em presidente da Liga Continental de Hóquei (KHL), Aleksandr Medvedev.

"Todos reconhecem que meldonium não é doping, mas sim uma substância regenerativa. A NHL informou seus jogadores que não se trata de doping e permitiu o seu uso" – revelou Medvedev.

A russa Yulia Stepanova durante o Campeonato Europeu de Atletismo em 6 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Causa da possível ausência dos atletas russos: 'Isso é política, meu amigo'
A substância foi o grande pivô do escândalo de doping envolvendo a Rússia, e que provocou o afastamento de muitos atletas russos dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e a desqualificação geral da delegação paralímpica russa dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

O uso de meldonium foi proibido pela Agência Mundial de Antidoping (WADA) a partir do início de 2016. Em seguida, traços da substância foram encontrados no organismo de algumas dezenas de atletas russos.

Acredita-se que mais de 100 atletas tenham testado positivo para meldonium este ano, incluindo a famosa tenista russa Maria Sharapova, que suspensa de todas as competições por dois anos por causa de seu uso.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала