Político alemão: Obama disse coisas que não devia a Putin

© Sputnik / Aleksey Nikolskyi / Abrir o banco de imagensPresidente russo Vladimir Putin e presidente dos EUA Barack Obama em um encontro na cúpula do G8, em 17 de junho, 2013
Presidente russo Vladimir Putin e presidente dos EUA Barack Obama em um encontro na cúpula do G8, em 17 de junho, 2013 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ocidente cometeu sérios erros com relação à Rússia ao deixar de levar seus interesses em conta em diversas ocasiões, declarou em entrevista à Die Welt o famoso político alemão Gregor Gysi, o ex-líder do Partido de Esquerda no parlamento alemão.

Presidente russo Vladimir Putin fala ao presidente norte-americano Barack Obama antes da sessão da APEC, Pequim, China, novembro de 2014 - Sputnik Brasil
Times: Obama só pode salvar sua imagem pública se fizer as pazes com Moscou
Entre os principais erros do Ocidente, Gysi citou o bombardeio da Yugoslavia, a criação do sistema de defesa antimíssil na Europa Oriental, bem como o desejo de incluir a Ucrânia na OTAN, o que colocaria a Frota do mar Negro da Rússia em território da aliança.

De acordo com a publicação, o político também considera como erro a imposição de sanções diante a reintegração da Crimeia à Rússia – nas suas palavras, outras medidas diplomáticas deveriam ter sido adotadas nesse caso. “Após a separação de Kosovo, em contradição ao direito internacional, nenhuma sanção foi adotada contra nós no Ocidente” – destacou ele.

“Como membro do conselho político da Associação de Empresas de Médio Porte, posso dizer que as sanções nos atingem mais fortemente do que à Rússia” – acrescentou Gysi.

Além disso, na sua opinião, em retaliação às sanções, Moscou “está fazendo de tudo para enfraquecer a Europa” – como, por exemplo, retomar seus laços com a Turquia.

“É somente depois que ficam claros os efeitos colaterais dessa política, por vezes, imprudente” – destacou o político.

E os EUA também cometeram seus erros com relação à Rússia, acredita Gysi. Em particular, nas suas palavras, Obama não deveria de chamado a Rússia de “potência regional”.

“Putin é um tipo lutador, com garras de tigre. Não se pode dizer coisas assim a ele. Além do que, Putin e Obama não conseguiram estabelecer boas relações. No fim das contas, Putin mostrou aos americanos na Síria que a Rússia é uma potência mundial” – concluiu Gysi.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала