Será que lua de Saturno é o lugar perfeito para a vida?

CC BY 2.0 / Kevin Gill / Cassini, Titan, & Saturn
Cassini, Titan, & Saturn - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A sonda da NASA Cassini descobriu desfiladeiros profundos inundados com hidrocarbonetos líquidos em Titan, a lua gigantesca de Saturno.

Um grupo de cientistas encabeçado por Valerio Poggiali, da Universidade de Roma, analisou as imagens de Titan capturadas pela Cassini há três anos quando a sonda passou perto da lua. 

As imagens mostram que os desfiladeiros apresentam uma superfície muito lisa, provavelmente líquida. 

buraco negro - Sputnik Brasil
Satélite russo estuda buracos negros e ondas gravitacionais
Após calcularem a sua profundidade, os cientistas constataram que esta varia de 240 a 570 metros, com declives de até 40 graus e com larguras máximas de 0.8 quilômetros.

Ainda não está claro o que provocou a formação do sistema de desfiladeiros, mas o autor principal da pesquisa pensa que isso possa ter sido resultado de uma combinação de elevação do terreno e alteração dos níveis do "mar". 

"É provável que a combinação destas forças tenha contribuído para formação dos desfiladeiros profundos, mas para já não está claro até que ponto cada um dos fatores esteve envolvido", disse Poggiali. 

Saturno e Encélado - Sputnik Brasil
Satélite tenta eclipsar planeta gigante Saturno
Muitos classificam Titan com uma versão mais fria da Terra antiga e pensam que será o lugar perfeito para o nascimento da vida. 

"O clima da Terra é quente e ela é rochosa, com rios, enquanto Titan é frio e gelado, com rios de metano. Mas é notável encontrarmos características idênticas em ambos os planetas", comunicou um dos atores do projeto Alex Hayes. 

Para a compreensão mais profunda dos processos que deram origem à superfície de Titan, os pesquisadores estão analisando os dados obtidos pela Cassini, que investiga Saturno há cerca de duas décadas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала