Michael Jordan doa US$ 2 milhões para 'melhorar relações' entre negros e policiais nos EUA

© AFP 2022 / STRMichael Jordan
Michael Jordan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O lendário jogador de basquete norte-americano Michael Jordan anunciou nesta segunda-feira (25) que vai doar dois milhões de dólares para melhorar as relações entre a polícia e a comunidade negra nos EUA, em meio ao acirramento dos confrontos armados entre policiais e minorias étnicas no país.

"Eu tenho estado profundamente preocupado com as mortes de afro-americanos nas mãos da polícia, e irritado com a perseguição e o assassinato covardes e odiosos de policiais", escreveu Jordan em uma carta publicada na revista The Undefeated.

Protesto contra a morte de jovem negro em Ferguson, em março de 2015. - Sputnik Brasil
Pesquisadores: Polícia dos EUA matou mais de 1.152 pessoas este ano
O jogador expressou tristeza e frustração em relação às "tensões divisórias retóricas e raciais que parecem estar piorando nos últimos tempos" e expressou esperança de que através do diálogo pacífico e da educação, a sociedade norte-americana possa conseguir uma mudança construtiva.

"Estou fazendo contribuições de US$ 1 milhão cada para duas organizações, o recém-criado Instituto para as Relações Polícia-Comunidade, da Associação Internacional de Chefes de Polícia, e para o Fundo de Defesa Legal da NAACP [Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor]", disse Jordan na carta.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала