Deputado opositor boliviano planeja presidenciais de 2019 com EUA

Rafael Quispe, deputado do partido opositor boliviano Unidade Nacional (UN)
Rafael Quispe, deputado do partido opositor boliviano Unidade Nacional (UN) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O deputado do partido opositor boliviano Unidade Nacional (UN), Rafael Quispe, revelou ter se reunido com diplomatas norte-americanos e que estes expressavam a sua visão do país após as eleições de 2019.

Durante as conversas a embaixada afirmou que nem Jorge Quiroga, presidente da Bolívia entre 2001 e 2002, nem Samuel Doria Mediana, que se posiciona como a terceira força na política boliviana, são uma escolha para as próximas eleições em 2019. Ambos os políticos não poderão encabeçar o grupo que irá enfrentar o Movimento para o Socialismo (MAS).

"Meus irmãos que estão trabalhando no projeto político se reuniram com a Embaixada dos Estados Unidos, mas não com Tuto [Jorge Quiroga], nem com Samuel porque, para a embaixada [dos EUA] e o país, Tuto e Samuel não são uma opção política. O nosso projeto político é, sim, a opção política ", disse Quispe à rádio local Fides.

Presidente bolivariano Evo Morales durante a conferência de imprensa em conjunto com a chanceler alemã Angela Merkel, Berlim, Alemanha, 4 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Morales: Nos EUA governam os empresários e não os presidentes
O deputado explicou que o grupo já se reuniu com várias embaixadas. 

Rafael Quispe disse que o objetivo é que, quando este projeto político chegar ao governo, volte ao diálogo "com todos os países do mundo, com países democráticos".

Ele esclareceu que o que este grupo busca são boas relações internacionais, não o financiamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала