Viver entre a Terra e o espaço: o gato de Vostochny

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensUm gato (foto de arquivo)
Um gato (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No cosmódromo Vostochny vive um gato mas ele terá que encontrar novo dono.

Um gato passeia pela rua depois da nevasca em Moscou, em 2 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Gatos russos não deixam espiões passar
O gato vive perto da torre de serviço, a cerca de 100 metros da plataforma de lançamento. Um dos trabalhadores da equipe da construção o abandonou  e agora o gato está procurando novo dono.

O primeiro lançamento do foguete Soyuz-2.1a com os satélites Lomonosov, Aist-2D e SamSat-218 está previsto para 27 de abril. Os satélites são destinados à realização de experiências científicas e à gestão de pequenos aparelhos espaciais. O primeiro lançamento contará com a presença do presidente russo Vladimir Putin. 

"O gato conseguirá ver o lançamento do foguete de uma distância segura e depois teremos que procurar um novo sítio para ele viver. Talvez um dos nossos trabalhadores ou um dos moradores da cidade científica de Tsiolkovsky concorde em levá-lo", declarou à RIA Novosti uma fonte que decide o futuro do gato.

O primeiro lançamento a partir de Vostochny é muito esperado, já que o novo cosmódromo permitirá à Rússia ter acesso independente ao espaço. Atualmente, o país utiliza principalmente a base de lançamentos de Baikonur, no vizinho Cazaquistão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала