Gatos russos não deixam espiões passar

© Sputnik / Evgueny Odinokov / Abrir o banco de imagensUm gato passeia pela rua depois da nevasca em Moscou, em 2 de março de 2016
Um gato passeia pela rua depois da nevasca em Moscou, em 2 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-premiê russo revelou um pequeno segredo de segurança em uma das usinas de construção aeronáutica da Rússia.

A reunião de ontem com o vice-primeiro-ministro russo Dmitry Rogozin tornou-se especial por razão do aparecimento de um “agente secreto” no local – um gato.

Gato de raça Scottish Fold - Sputnik Brasil
Especialmente para segunda-feira: Novo Grumpy Cat
A reunião, realizada na usina de Nizny Novgorod Sokol, que constrói aviões, inclusive os novos aviões comerciais Il-114, era reservada, destinada somente a altos funcionários e chefes de outras usinas do setor.

Mas um gato decidiu participar da reunião para a surpresa de todos os presentes, inclusive jornalistas, que logo lhe chamaram de “espião felpudo”.

“Não é um espião, é o nosso camarada de armas. Em cada usina aeronáutica temos gatos especialmente treinados para que nenhum rato americano passe)”, ironizou o político russo na sua página de Facebook.

Это не шпион, а наш боевой товарищ. На каждом авиазаводе у нас трудятся специально обученные коты, чтобы ни одна американская мышь не прошмыгнула)

Опубликовано Dmitry Rogozin 29 марта 2016 г.

A usina Sokol é uma das plataformas de montagem de aeronaves com motores turboélice Il-114. De acordo com o plano existente, entre anos 2020 e 2030 serão construídas pelo menos 150 aeronaves deste tipo. A produção em série de Il-114 está programada para o início de 2019.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала