Rússia apresentará à UNESCO proposta para restaurar cidade síria de Palmira

© Sputnik / Mikhail Voskresensky / Abrir o banco de imagensParte histórica de Palmira destruída pelos terroristas do Daesh, Síria, 27 de março de 2016
Parte histórica de Palmira destruída pelos terroristas do Daesh, Síria, 27 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia apresentará à UNESCO uma resolução sobre a assistência às autoridades sírias na restauração da antiga cidade de Palmira nos próximos dias, segundo informou à Sputnik nesta segunda-feira (4) uma fonte da delegação russa na 199ª sessão do Conselho Executivo da UNESCO.

"Nos próximos dias, a Rússia apresentará uma resolução sobre a situação em Palmira ao Conselho Executivo da UNESCO", disse a fonte, acrescentando que o projeto foi denominado "Assistência à RAS [República Árabe Síria] na Restauração do Patrimônio Mundial 'Sítio Arqueológico de Palmira'".

Após o arquivamento, o documento tem de ser incluído na agenda do Conselho Executivo dentro de 48 horas.

"A discussão sobre a resolução deverá ser realizada em Paris na próxima semana", disse a fonte diplomática russa.

Sírios com as fotos do presidente sírio Bashar Assad e primeiro-ministro russo Vladimir Putin em Damasco - Sputnik Brasil
‘Estratégia de Putin decidiu o destino de Palmira’
A sessão do Conselho Executivo da UNESCO teve início na capital francesa no início do dia e se prolongará até o dia 15 de abril.

No final de março, as tropas sírias, apoiadas por milícias antiterroristas e pelas forças aeroespaciais russas, recapturaram a cidade histórica de Palmira, que estava sob o controle do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) desde maio de 2015. Neste meio-tempo, os jihadistas destruíram uma série de templos e monumentos locais sob o ímpeto furioso do Islã radical contra outras tradições religiosas.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала