UE amplia sanções comerciais e financeiras contra a Coreia do Norte

© AFP 2022 / KNS / KCNA Líder norte-coreano Kim Jong-un dirige-se aos cidadãos do país com uma mensagem de parabéns pelo Ano Novo, Pyongyang, Coreia do Norte, 1 de janeiro de 2016
Líder norte-coreano Kim Jong-un dirige-se aos cidadãos do país com uma mensagem de parabéns pelo Ano Novo, Pyongyang, Coreia do Norte, 1 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança da União Europeia (UE) ampliou nesta quinta-feira (31) a lista de sanções contra a Coreia do Norte, após a resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU no último dia 2 de março, segundo comunicou o Conselho Europeu.

As medidas restritivas de Bruxelas incluirão a proibição da importação e da exportação, entre a UE e a Coreia do Norte, de “qualquer item (com a exceção de alimentos e medicamentos) que possa contribuir para o desenvolvimento das capacidades operacionais das forças armadas” de Pyongyang.

Sul-coreanos vêem programa de televisão que mostra lançamento de míssil realizado pela Coreia do Norte, Seul, Coreia do Sul, 4 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Coreia do Norte dispara míssil contra alvo próximo à fronteira chinesa
Além disso, o bloco europeu decidiu estender as sanções financeiras contra o país asiático, determinando o congelamento de bens de quaisquer entidades governamentais associadas ao programa nuclear e ao programa de mísseis balísticos norte-coreano, bem como o fechamento de filiais, subsidiárias ou escritórios representativos de bancos da Coreia do Norte na Europa.

No início do mês, as Nações Unidas adotaram as mais severas medidas dos últimos 20 anos contra o regime liderado por Kim Jon-un, em resposta aos testes de mísseis e ao lançamento de um satélite realizado por Pyongyang no início de fevereiro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала