Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Forbes: investidores ocidentais estão ansiosos pelo levantamento das sanções contra Rússia

© Sputnik / Mikhail Kutuzov / Abrir o banco de imagensDólares norte-americanos
Dólares norte-americanos - Sputnik Brasil
Nos siga no
O analista da revista Forbes, Kenneth Rapoza, explicou por que o levantamento das sanções contra a Rússia "mudará tudo" para os investidores do Ocidente.

"As ações russas caíram de preço este ano, mas os seus indicadores nos índices MSCI EM e S&P 500 ainda são positivos. Imaginem o que acontecerá quando as sanções forem suspensas" – escreve o economista.

"Não creio que o levantamento das sanções mudará a situação para economia russa a curto prazo, mas terá um papel de extrema importância para os investidores" – declarou em entrevista à Forbes Martin Charmoy, CEO da empresa de investimentos Prosperity Capital Management.

Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
Ex-premiê da França pede levantamento das sanções 'estúpidas' contra Rússia
Chermoy disse que alguns fundos têm medo de investir seus recursos na Rússia par causa das sanções, temendo que medidas similares possam ser aplicadas contra eles próprios. No entanto, se a crise for superada, o país será recompensado e muitas das empresas que deixaram o mercado russo nos últimos 18 meses irão voltar, acredita o investidor.

Em seu artigo na Forbes, Rapoza lembrou o episódio envolvendo o banco francês BBNP Paribas, que foi multado em bilhões de dólares por violar o regime de sanções aplicado a Cuba, Irã e Sudão. Nas suas palavras, ninguém que se ver no lugar do BNP, mas quando a cortina de ferro cair, as empresas de investimento começarão a voltar, com cuidado, mas progressivamente.

John Tefft, embaixador dos EUA em Moscou - Sputnik Brasil
Embaixador: sanções contra Rússia prejudicam empresas nos EUA
As relações entre a Rússia e o Ocidente deterioraram-se por conta da situação na Ucrânia. Em julho de 2014, a UE e os Estados Unidos aplicaram sanções pontuais contra alguns indivíduos e empresas da Rússia. Em seguida, foram implementadas medidas restritivas em relação a setores inteiros da economia russa. Em resposta, a Rússia restringiu a importação de produtos alimentares de países que impuseram as sanções.

Apesar de as sanções já terem sido prorrogadas por algumas vezes, alguns políticos do Ocidente já começam a considerar uma possível perspectiva de seu levantamento a curto prazo.

Secretário de estado americano John Kerry (E) Sergei Lavrov, ministro de Relações Exteriores da Rússia, em Viena - Sputnik Brasil
EUA dão sinal verde para a retirada das sanções contra Rússia
Ao discursas no fórum econômico de Davos, o chefe do Departamento de Estado dos EUA, John Kerry, expressou esperanças de que um momento favorável para o levantamento das sanções poderia ser alcançado "nos próximos meses". Por sua vez, o ministro da Economia da França, Emmanuel Macron, disse esperar que as medidas restritivas anti-Rússia sejam canceladas em meados de 2016.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала