Mais de 20 mil protestam em Varsóvia contra restrição à imprensa

© REUTERS / Kacper PempelPeople gather during an anti-government demonstration for free media in front of the Polish television building in Warsaw, January 9, 2016
People gather during an anti-government demonstration for free media in front of the Polish television building in Warsaw, January 9, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 20 mil pessoas participaram de um protesto em Varsóvia contra uma nova lei que restringe a liberdade de imprensa na Polônia, segundo a imprensa local.

Um cartaz com uma imagem do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apresentado em Istambul, Turquia - Sputnik Brasil
Liberdade de imprensa na Turquia: 5 anos de prisão por criticar Erdogan
Mais de 20 mil pessoas foram às ruas neste sábado, em Varsóvia, em um protesto contra uma nova lei que supostamente restringe a liberdade de imprensa no país, informam veículos de mídia locais.

A medida, transformada em lei no dia 7 de janeiro, dá ao ministro do Tesouro poder para apontar executivos que podem controlar TVs e rádio públicas e demitir as atuais gerências de tais veículos. A lei foi assinada apesar de grande oposição de líderes da União Europeia e defensores da liberdade de imprensa.

Os protestos acontecem em 19 cidades polonesas, assim como em Praga, Londres e Estocolmo, relatou o jornal Gazeta Wyborcza. As manifestações na Polônia foram organizados pela ONG Comitê pela Defesa da Democracia.

O partido conservador Lei e Justiça (PiS) da Polônia venceu as eleições de outubro após ficar fora do poder por quase uma década. Sua plataforma prometia maiores salários e apego aos valores tradicionais católicos. No fim de dezembro, o governo introduziu um conjunto de medidas para fortalecer seu controle sobre a imprensa local. A lei tinha como objetivo estabelecer um sistema de mídia nacional.

A Federação Internacional dos Jornalistas e suas sete organizações parceiras com o Conselho Europeu sobre sua Plataforma Online para a promoção do jornalismo e a segurança dos jornalistas protocolaram um protesto ao secretário geral do Conselho Europeu, Thorbjonr Jagland, contra a nova lei. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала