Policial de Chicago acusado de matar jovem negro nega culpa

© REUTERS / Jim YoungDemonstators hold their hands up in front of Chicago Police officers during protest of last year's shooting death of black teenager Laquan McDonald by a white policeman and the city's handling of the case in the downtown shopping district of Chicago, Illinois, November 27, 2015
Demonstators hold their hands up in front of Chicago Police officers during protest of last year's shooting death of black teenager Laquan McDonald by a white policeman and the city's handling of the case in the downtown shopping district of Chicago, Illinois, November 27, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um oficial branco da polícia de Chicago acusado de assassinato em 2014, após matar a tiros um adolescente negro, não se declarou culpado nesta terça-feira, informou Associated Press.

Protesto contra a morte de jovem negro em Ferguson, em março de 2015. - Sputnik Brasil
Pesquisadores: Polícia dos EUA matou mais de 1.152 pessoas este ano
O caso está no Tribunal Penal do Condado de Cook, em Chicago, onde manifestantes organizaram passeatas protestando contra o episódio e como ele vem sendo tratado.

Van Dyke enfrenta seis acusações de assassinato em primeiro grau e uma de improbidade oficial pela morte Laquan McDonald, de 17 anos. A indignação pública foi furiosa desde a divulgação de imagens em vídeo no mês passado onde o oficial aparece atirando 16 vezes contra o jovem negro. Armado com uma faca, McDonald estava se afastando dos policiais quando Van Dyke abriu fogo. 

O vídeo provocou dias de manifestações nas ruas e a renúncia forçada do superintendente da polícia Garry McCarthy, além de uma ampla investigação federal sobre direitos civis e as práticas do Departamento de Polícia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала