Exército sírio repele ataque de militantes contra base estratégica perto de Damasco

© Sputnik / Valery Melnikov / Abrir o banco de imagensSyrian army captures Marj al-Sultan military airbase
Syrian army captures Marj al-Sultan military airbase - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O exército da Síria repeliu, junto com os seus aliados, um ataque de militantes da Frente al-Nusra contra as posições das tropas governamentais na base aérea estratégica de Marj al-Sultan na província de Damasco, disse uma fonte à agência FARS News.

Muitos assaltantes, inclusive um senhor da guerra, foram liquidados. 

“O grupo militante, que enfrentou fogo pesado por parte das forças governamentais sírias, deixou muitos militantes mortos e feridos e recuou do campo de batalha”, acrescentou a fonte.

Nesta foto tirada em 10 de outubro, 2015, o exército sírio combate na província de Latakia (Síria) - Sputnik Brasil
Exército sírio avança contra terroristas perto da fronteira turca
Neste sábado (19) o exército sírio anunciou que os grupos terroristas sofreram baixas significativas na sequência de um ataque realizado pelas tropas governamentais e que estes se retiraram de mais áreas na região estratégica de Marj al-Sultan, ao leste de Damasco. 

Em 14 de dezembro as tropas leais ao presidente sírio Bashar Assad tomaram o controle da base aérea de Marj al-Sultan, que fica a 18 quilómetros de Damasco. A fase ativa da ofensiva síria nesta área começou cerca de duas semanas atrás. A base aérea estava ocupada por militantes por mais de dois anos.   

A região de Marj al-Sultan abriga uma das bases aéreas mais importantes na Síria central. Recentemente, as forças governamentais fizeram todos os esforços possíveis para restaurar a segurança na região, segundo a FARS News.   

Aeródromo militar de Marj al-Sultan retomado pelo Exército sírio no sudeste de Damasco, Síria, 19 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Resolução sobre a Síria mostra que 'Putin tinha razão'
O afastamento de militantes da base é mais uma vitória decisiva das forças governamentais depois de estas terem rompido o cerco de Daesh da base aérea de Kuweires, na província de Aleppo, em novembro deste ano.

A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo do país luta contra um número de fações de oposição e contra grupos islamistas radicais como o Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) e a Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала