DWN: Sanções da UE contra a Rússia minam a economia da Áustria

© Sputnik / Nikolay Hiznyak / Abrir o banco de imagensSetor de alimentos é um dos mais afetados na Europa devido às sanções antirrussas
Setor de alimentos é um dos mais afetados na Europa devido às sanções antirrussas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A União Europeia (UE) decidiu prorrogar as sanções antirrussas por mais seis meses, até o dia 31 de julho de 2016. O exemplo da Áustria, no entanto, mostra que os danos da política de sanções para os países europeus são enormes, segundo relata o jornal alemão DWN.

Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
União Europeia estende sanções contra a Rússia
Os últimos dados do Instituto Austríaco de Pesquisas Econômicas (WIFO) revelou que as sanções antirrussas tiveram consequências enormes para os países da UE.

De acordo com especialistas do WIFO, não apenas as sanções em si, mas também uma deterioração geral nas relações comerciais bilaterais entre a Rússia e a Áustria, levaram a uma diminuição acentuada das exportações.

"De janeiro a setembro de 2015, as exportações austríacas para a Rússia, cumulativamente, diminuíram 39,1% em comparação com o mesmo período do ano passado", disse um representante do WIFO ao DWN.

Entre outros fatores que levaram a um declínio acentuado nas exportações austríacas estão a recessão econômica na Rússia, bem como a diminuição dos preços do petróleo, juntamente com a desvalorização do rublo.

Mapa político mostrando Crimeia como parte da Federação da Rússia - Sputnik Brasil
Maria vai com as outras: Montenegro introduz sanções contra Crimeia e Sevastopol
As sanções afetaram principalmente as montadoras austríacas, a indústria de engenharia e o setor de alimentos. De acordo com o WIFO, o declínio nas exportações para a Rússia, tanto devido às sanções quanto ao frágil ambiente econômico, não pode ser compensado por um aumento das exportações para outros países.

Um estudo do WIFO também constatou que, em longo prazo, o efeito negativo das sanções sobre a economia austríaca pode aumentar.

"As sanções sempre afetam as economias em ambos os lados", disse um representante do instituto austríaco. "De uma perspectiva econômica, a sua retirada é sempre uma medida bem-vinda".

No entanto, a decisão da EU de renovar as sanções contra Moscou indica que os fatores políticos que levaram à sua introdução ainda não estão resolvidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала