Talibã ocupa área-chave no Afeganistão

© AP PhotoIn this Tuesday, Nov. 3, 2015 photo, Afghan Taliban fighters listen to Mullah Mohammed Rasool, unseen, the newly-elected leader of a breakaway faction of the Taliban, in Farah province, Afghanistan
In this Tuesday, Nov. 3, 2015 photo, Afghan Taliban fighters listen to Mullah Mohammed Rasool, unseen, the newly-elected leader of a breakaway faction of the Taliban, in Farah province, Afghanistan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militantes do movimento terrorista Talibã tomaram o , na noite de domingo (20) para segunda-feira (21) , da área de Sangin na província de Helmand, no sul do Afeganistão, disse a agência Xinhua hoje (21).

Forças de segurança afegãs mantêm vigilância enquanto veículo pega fogo na rodovia Kabul-Kandahar após embate entre as forças do governo e militantes do Talibã em  14 de outubro de 2015. - Sputnik Brasil
Após 27 horas e 50 mortos, exército do Afeganistão repele ataque do Talibã
“Após confrontos violentos com as forças de segurança na área de Sangin durante os últimos dias, esta noite os militantes do Talibã tomaram o edifício do governo no centro do bairro”, disse à agência uma fonte familiar com a situação. 

Segundo os dados da Xinhua, as Forças Armadas governamentais precisavam agudamente de munições e apoio aéreo durante os confrontos com terroristas.  

De manhã de segunda-feira (21) o primeiro-ministro do Afeganistão, Abdullah Abdullah, realizou uma reunião de emergência com os chefes dos serviços de segurança do país para discutir a situação na província de Helmand. 

“O governo toma medidas para preceder a ações imediatas em Helmand. Estas ações irão repelir os ataques dos inimigos”, disse Abdullah. 

Nesta sexta-feira (18) o exército afegão retomou o controle da área de Hanshin, na província de Helmand. Porém anteriormente os militantes realizaram tentativas bem sucedidas de conquista das zonas de Musa Qala e Nawzad, em Helmand. 

Soldado do serviço de segurança do Afeganistão após um ataque em Cabul - Sputnik Brasil
Pentágono reconhece fortalecimento de três maiores organizações terroristas no Afeganistão
A situação no Afeganistão piorou visivelmente nos últimos meses. O movimento terrorista Talibã, que anteriormente conquistou grandes territórios nas áreas rurais do país, agora iniciou uma ofensiva contra as grandes cidades. No fim de setembro, os talibãs conquistaram a cidade de Kunduz, que em tempos de paz tinha uma população de mais de 300 mil habitantes, e agora realiza ataques contra a cidade de Gazni, centro administrativo da província homônima, situada no sudoeste da capital do país, Cabul.

Além do Talibã, o Daesh também está ampliando a sua atividade no Afeganistão. Segundo informou a chancelaria russa, por exemplo, a ameaça de criação de uma praça-forte do Daesh no Afeganistão, para desestabilizar a região, torna-se cada vez mais real.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала