Após 27 horas e 50 mortos, exército do Afeganistão repele ataque do Talibã

© REUTERS / StringerForças de segurança afegãs mantêm vigilância enquanto veículo pega fogo na rodovia Kabul-Kandahar após embate entre as forças do governo e militantes do Talibã em 14 de outubro de 2015.
Forças de segurança afegãs mantêm vigilância enquanto veículo pega fogo na rodovia Kabul-Kandahar após embate entre as forças do governo e militantes do Talibã em  14 de outubro de 2015. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Afeganistão diz que suas forças repeliram um ataque talibã no aeroporto de Candaar, que durou 27 horas e matou 50 pessoas, a maioria civis.

O Ministério da Defesa disse na quinta-feira (10) que no ataque dos terroristas morreram 38 civis, 10 soldados afegãos e dois policiais. Além disso, 11 militantes que participaram no assalto foram mortos.

A group of Afghan Nationl Army Air Corps personnel gather beside the Russian Mi-17 transport helicopter in Kandahar air base on October 12, 2009 - Sputnik Brasil
Número de vítimas de ataque contra aeroporto em Candaar atinge 37 pessoas
As forças afegãs têm lutado para reverter os avanços do Talibã desde que a OTAN concluiu formalmente a sua missão de combate no final do ano passado.

Na terça-feira alguns homens-bombas se fizeram explodir perto do hotel. Outros militantes iniciaram uma intensa troca de tiros com os funcionários do aeroporto. 

Os representantes do movimento já reivindicaram o assalto.

O movimento terrorista Talibã, que anteriormente tinha conquistado grandes territórios nas áreas rurais do país, agora iniciou uma ofensiva contra as grandes cidades. No fim de setembro os talibãs conquistaram a cidade de Kunduz, que nos tempos de paz tinha uma população de mais de 300 mil habitantes, e agora realiza ataques contra a cidade de Ghazni, centro administrativo da província homônima, situada no sudoeste da capital do país, Cabul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала