Pela primeira vez, Rússia usou informações passadas pela oposição síria contra terroristas

© Foto / Ministry of Defence of the Russian FederationOs ataques localizados das Forças Aeroespaciais contra o Estado Islâmico destruiram a infraestrutura e as posições do grupo terrorista na Síria.
Os ataques localizados das Forças Aeroespaciais contra o Estado Islâmico destruiram a infraestrutura e as posições do grupo terrorista na Síria. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia usou pela primeira vez informações passadas pela oposição síria para bombardear alvos terroristas no país árabe na terça-feira (3). O anúncio foi feito pelo diretor-geral de Operações do Estado Maior russo na Síria, general Andrei Kartapolov.

Simpatizantes realizam passeata em apoio ao Estado Islâmico em Mosul, no Iraque - Sputnik Brasil
Estado Islâmico teria quase 30 mil combatentes estrangeiros
O oficial afirmou que estas coordenadas permitiram que 12 caças russos atacassem e destruíssem 24 alvos. As operações aéreas aconteceram nas regiões de Palmira, Deir ez-Zor, Ithrya e Aleppo. Um centro de comando do grupo jihadista foi atingido.

Kartapolov contou que foi criado um grupo de coordenação com Damasco e com o que chamou de forças patrióticas, compostas por representantes da oposição que foram mantidos em sigilo. O objetivo é estreitar a cooperação na luta contra o terrorismo no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала