Putin oferece apoio ao povo da Grécia após vitória do “não” em referendo

© AP PhotoO primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conversa com o presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia no Kremlin
O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conversa com o presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia no Kremlin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo, Vladimir Putin, discutiu os resultados do referendo da Grécia com primeiro-ministro do país, Alexis Tsipras, em conversa telefônica nesta segunda-feira (6), e ofereceu seu apoio ao povo grego na superação das futuras dificuldades da nação, segundo informou o serviço de imprensa do Kremlin.

A reação dos manifestantes de Não voto depois dos primeiros resultados do referendo na praça Syntagma em Atenas no 5 de julho 2015. - Sputnik Brasil
A reação das pessoas sobre os resultados do referendo na Grécia
No domingo (5), mais de 61 por cento dos eleitores gregos rejeitaram o plano de resgate proposto pelos credores internacionais, que previa cortes de gastos sociais e aumentos de impostos em troca de mais assistência financeira ao país em crise.

Euclidis Tsakalotos, novo ministro das Finanças da Grécia - Sputnik Brasil
Ministro das Finanças grego renuncia pressionado pelos credores europeus
O referendo foi precedido por várias rodadas de conversações entre Atenas e os seus principais credores — o Banco Central Europeu, o Fundo Monetário Internacional e o Eurogrupo.

Após cinco meses de negociações infrutíferas, a coalizão governamental do premiê grego decidiu consultar a população que a elegera no início do ano – já que, de fato, Tsipras e o Syriza venceram as eleições com a promessa de acabar com as medidas de austeridade, adotadas por governos anteriores em obediência às exigências financeiras internacionais.

"[Putin e Tsipras] discutiram o resultado do referendo que aconteceu na Grécia sobre as condições dos credores internacionais que prestam ajuda financeira a Atenas, bem como várias questões de um maior desenvolvimento da cooperação greco-russa", afirma o comunicado do Kremlin.

Segundo a nota, Putin também reforçou o apoio de Moscou ao povo grego na superação das dificuldades futuras que o país poderá enfrentar, agora que disse “não” à austeridade.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала