Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Os protestos na Armênia terminam

Nos siga no
Protestos na praça central da capital da Armênia, Erevan, terminaram cedo na terça-feira. Os manifestantes dizem que vão criar um grupo de peritos, economistas, advogados, para elaborar um plano de exigências e avançar com propostas concretas.

As manifestações começaram no centro de Erevan na segunda-feira (19), quando a Comissão Estatal de Regulação de Serviços Públicos anunciou o reajuste da tarifa de eletricidade no país. As autoridades do país anunciaram um aumento de 16,7% nas tarifas de energia elétrica residencial, que entraria em vigor em 1º de agosto. 

Manifestações em Erevan - Sputnik Brasil
Manifestante é preso por incitar ação armada contra aumento de tarifas na Armênia

A polícia foi enviada ao local para dispersar os manifestantes marchando em frente da residência presidencial em Erevan. A polícia deteve cerca de 240 pessoas e dispersou os manifestantes. 

No domingo, os manifestantes dividiram-se em dois grupos. Uma parte dos manifestantes atenderam ao pedido do presidente Serj Sargsyan e se mudaram para a Praça da Liberdade e os manifestantes radicais continuaram a permanecer na avenida Bagramian.

Alguns manifestantes disseram que iriam realizar uma coletiva de imprensa na terça-feira para anunciar novas ações. Outros relataram que iriam criar um grupo de economistas e advogados para chegar a uma decisão para acabar com a crise.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала