Acusado de suborno, premiê da Coreia do Sul pede demissão

© AFP 2022 / YonhapPremiê da Coreia do Sul, Lee Wan-koo.
Premiê da Coreia do Sul, Lee Wan-koo. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Há apenas dois meses no cargo, o primeiro-ministro da Coreia do Sul, Lee Wan-koo, apresentou sua renúncia ao parlamento nesta terça-feira (21). Ele é acusado de suborno em uma carta de suicídio de um empresário.

Presidente dos EUA Barack Obama na cúpula da APEC - Sputnik Brasil
Opinião: Japão e Coreia do Sul podem virar reféns da política dos EUA na Ásia
O fato ocasionou a perda de apoio político do governo, gerando problemas para a Presidente Park Geun-hye. A chefe de Estado pediu a demissão do premiê e cobrou dos procuradores uma investigação minuciosa. Wank-koo nega a acusação.

Park está em visita a América do Sul e disse sentir a dor do primeiro-ministro. O premiê cumpriu três mandatos como deputado até assumir a chefia de governo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала