China anuncia novos fundadores para o Banco Asiático de Investimento

© Sputnik / Aleksandr Demyanchuk / Abrir o banco de imagensYuan chinês
Yuan chinês - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério das Finanças da China anunciou sete novos países como membros-fundadores do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (AIIB), elevando o total para 57. Suécia, Israel, África do Sul, Azerbaijão, Islândia, Portugal, Polônia e Noruega passam a integrar o grupo.

Notas bancárias de 5 mil rublos - Sputnik Brasil
Rússia adere ao AIIB para fomentar economia interna e mundial
Os membros fundadores da AIIB têm o direito de ajudar a definir as regras do banco, enquanto os países que solicitaram a adesão após 31 de março serão considerados membros ordinários com direito a voto, mas sem participar do processo criação da regulamentação interna.

A Noruega também está na lista, apesar do congelamento completo das relações e de ter cortado todos os laços em alto nível entre os dois países. O conflito remonta a 2010, quando o Prêmio Nobel da Paz foi para o dissidente chinês Liu Xiaobo. O governo norueguês havia insistido que o Comitê Nobel é independente e faz suas próprias escolhas

Os EUA e Japão são as duas principais nações a se absterem de se juntar ao AIIB. Na terça-feira (14), um alto funcionário das finanças do Canadá disse que Ottawa estava ativamente pensando em entrar para a instituição, apesar dos EUA e das reservas japonesas, segundo a Reuters.

Até agora, Taiwan foi o único território a ter o pedido rejeitado. A China, porém, disse que acolherá a ilha na instituição futuramente, “sob um nome apropriado”. Pequim vê Taiwan, território autônomo de 23 milhões de pessoas, como uma província rebelde, tendo repetidamente se comprometido a levá-lo de volta, até com o uso da força.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала