Craque Lionel Messi durante uma partida amigável entre as seleções russa e argentina nas vésperas da Copa 2018, no estádio de Luzhniki, em 11 de novembro de 2017

Presos argentinos fazem greve de fome para ver estreia de Messi na Copa do Mundo

© Sputnik / Grigory Sysoev
Copa do Mundo 2018
URL curta
111

Enquanto os fãs de futebol de todo o mundo se preparam para assistir à Copa do Mundo, um grupo de prisioneiros argentinos entrou em greve de fome até que as autoridades penitenciárias consertem o sistema de televisão a cabo da cadeia.

"A televisão a cabo é um direito indispensável para todos os que são privados de sua liberdade", escreveram nove internos da prisão de Puerto Madryn, perto do Atlântico, no sul da Argentina.

"Não está funcionando há três dias. E decidimos não receber nenhum alimento até que o problema seja resolvido", acrescentaram.

A declaração dos prisioneiros foi publicada na internet pelo governo local na província de Chubut.

Os detentos também entraram com uma ação legal sobre o assunto. Ela vem depois que o sistema a cabo na cadeia foi danificado recentemente e não foi consertado pelas autoridades.

A busca da Argentina pelo tricampeonato mundial começa neste sábado, quando os hermanos enfrentam a Islândia, em seu primeiro jogo da Copa do Mundo de futebol.

O torneio começou oficialmente nesta quinta-feira, com a Rússia, país anfitrião, derrotando a Arábia Saudita por 5 a 0.

Mais:

Crianças palestinas fazem manifesto para que Messi não jogue amistoso contra Israel
Messi e companheiros são acusados por cientistas de provocar terremoto na Catalunha
'Uma vez à noite': Messi revela segredo de suas pernas
Tags:
futebol, prisão, detentos, greve de fome, Copa da Rússia, Copa 2018, Lionel Messi, Chubut, Puerto Madryn, Rússia, Islândia, Argentina
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik