09:31 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    8179
    Nos siga no

    O painel de especialistas da OMS declarou nesta sexta-feira (19) que os dados disponíveis indicam que a vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 não leva a um aumento de coágulos no sangue.

    O subcomitê do Comitê Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas (GAVS) da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (19) que a vacina da AstraZeneca tem "um perfil risco-benefício positivo" após revisar os dados de segurança, o que "sugere" que o uso da vacina não leva ao aumento das condições de coagulação, incluindo trombose venosa ou embolia pulmonar.

    "A vacina AstraZeneca contra a COVID-19 continua a ter um perfil de benefício-risco positivo, com tremendo potencial para prevenir infecções e reduzir mortes em todo o mundo. Os dados disponíveis não sugerem qualquer aumento geral nas condições de coagulação, como trombose venosa profunda ou embolia pulmonar após a administração de vacinas contra a COVID-19", disse a OMS em um comunicado à imprensa.

    De acordo com a organização, as taxas relatadas de eventos tromboembólicos após a aplicação das vacinas "estão de acordo com o número esperado de diagnósticos dessas condições".

    Idoso recebe a vacina da AstraZeneca/Oxford contra a COVID-19 em Olinda, no Recife.
    © Folhapress / José Marcos/Agência Enquadrar
    Idoso recebe a vacina da AstraZeneca/Oxford contra a COVID-19 em Olinda, no Recife.

    "Ambas as condições ocorrem naturalmente e não são incomuns. Elas também ocorrem como resultado da COVID-19. As taxas observadas têm sido menores do que o esperado para tais eventos", acrescenta o comunicado. 

    O subcomitê da OMS informou que analisou 18 casos de trombose de um total de mais de 20 milhões de vacinações com a vacina AstraZeneca na Europa. "Uma relação causal entre esses eventos raros não foi estabelecida até o momento", completou a organização. 

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Brasil deve manter aplicação da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19, defende especialista
    COVID-19: 'Quem recusar vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista', diz Saúde de Portugal
    Lula pede que Biden convoque reunião do G20 para redistribuir vacinas contra a COVID-19 (VÍDEO)
    Exército do México confisca vacina Sputnik V falsa escondida em aeronave com destino a Honduras
    Tags:
    OMS, Oxford, vacinação, vacina, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar