22:46 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    141
    Nos siga no

    Apenas quatro países respondem por cerca de 70% dos casos e mortes por coronavírus em todo o mundo, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta sexta-feira (27).

    "A COVID-19 é uma pandemia desigual. Todos os países foram afetados, mas nem todos foram afetados igualmente. Setenta por cento dos casos e mortes ocorreram em apenas quatro países", disse Tedros em entrevista coletiva.

    Estados Unidos, Índia, Brasil e França lideram o número de casos registrados, enquanto o maior número de mortes relacionadas ao coronavírus foi observado em EUA, Brasil, Índia e México, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

    ​A Rússia — onde foi criada uma das vacinas que serão usadas contra a COVID-19, a Sputnik V — acredita que será possível vacinar dezenas de milhões de pessoas contra o coronavírus em seu território em 2021, segundo declarou nesta sexta-feira (27) à agência Sputnik o ministro da Saúde do país, Mikhail Murashko.

    "Estimamos que a quantidade de vacinados, incluídas pessoas da terceira idade, chegará a dezenas de milhões", respondeu o ministro à pergunta sobre o número de cidadãos russos que o país planeja imunizar contra a COVID-19 em 2021.
    Pessoas em Paris usando máscaras durante a segunda onda do coronavírus
    © REUTERS / Stephane Mahe
    Pessoas em Paris usando máscaras durante a segunda onda do coronavírus

    No Brasil, os efeitos da pandemia continuam sendo fortemente sentidos. O Sistema Único de Saúde (SUS) do Rio de Janeiro, por exemplo, atingiu mais de 94% de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com pacientes infectados pela COVID-19.

    A contagem considera os hospitais municipais, estaduais e federais. No setor privado, mais de 90% das vagas de UTI já estão ocupadas. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    OMS registra recorde diário de novos casos de COVID-19
    Hospital demite funcionário que vazou dados de pacientes com suspeita ou confirmação da COVID-19
    Incêndio mata 5 em hospital para pacientes com COVID-19 na Índia
    RJ: ocupação de leitos de UTI para pacientes com COVID-19 atinge 94% na rede SUS
    COVID-19: Salvador suspende carnaval de 2021 e ACM Neto diz que 'depende da vacina'
    Tags:
    Brasil, Rússia, saúde, contaminação, novo coronavírus, COVID-19, OMS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar